Teoria da Agulha Hipodérmica

Ultimamente, devido ao atual cenário político do país, tenho escutado e lido muitas pessoas argumentarem, de ambos os lados, que o problema se dá na manipulação midiática.

Tanto que é a favor ou contra o impedimento da presidenta reclama que a mídia está a favor do opositor. Disso podemos concluir que um grupo pensa que o outro é facilmente manipulado pela mídia e seus interesses próprios.

protesto brasil

Esse argumento é tão baixo, tão ingênuo que é difícil até de acreditar que alguém defenda uma posição baseado nele. É exatamente esse o nível do debate que ocorre hoje no Brasil. Está mais para torcida de futebol do que para qualquer outra coisa, na verdade, só não parece política.

A teoria da agulha hipodérmica nos diz que uma mensagem propagada para uma massa poderia atingi-la de maneira uniforme. Essa ideia surgiu durante a guerra devido as transmissões de rádio que foram importantes para unir a nação do país que estava em guerra.

Porém, logo essa teoria foi refutada por ser extramente simplista. Ela não leva em conta diversas variáveis que envolvem a comunicação, como por exemplo o contexto da mensagem. Além disso, baseava-se em indivíduos semelhantes, distintos apenas por idade e classe social. Eram isolados um dos outros e não possuíam senso crítico.

Hoje é bastante claro que a população é extremamente diversificada.

Outra teoria nos dizem que existem duas etapas para o fluxo da comunicação e se dão devido a influência dos formadores de opinião dentro das comunidades como construtores de opinião em escala micro.

Outro estudo realizado durante as manifestação de março mostra o engajamento de ambos os lados nas redes sociais. Como fica claro na imagem a abaixo, os manifestantes contra o impedimento são mais influenciáveis do que seus opositores.

Manifestantes anti impedimento (vermelho) são mais influenciáveis a absorver as ideias de seus ícones.

A imagem demonstra claramente o poder que certos ícones pró governo tem com seus seguidores. Além de essa ideia do golpe midiático ser fraca, o lado que mais acusa, é o que tem mais probabilidade de ser influenciado.

Dá próxima vez que alguém vier com esse discurso, você já sabe, informe-o sobre a teoria hipodérmica. 🙂